Ciber Guerra

Em diversos artigos em nosso blog falamos sobre ciberameaças, segurança cibernética, cibercrime, ameaças e afins porque vivemos em um mundo cada vez mais tecnológico,conectado... e exposto E o que podia ser considerado ficção ou “teoria da conspiração”, tornou-se real e chama-se Ciber Guerra:

  • 2010 – Stuxnet foi um vírus desenvolvido exclusivamente para espionar e controlar centrífugas industriais de enriquecimento de urânio Iranianas, com a finalidade de sabotá-las. Para saber mais informações deste caso, recomendo que assista o documentário “Zero Day”..
  • 2011 – Tivemos o ataque à Sony, quando um grupo de hackers denominado Lizard Squad conseguiu comprometer diversos serviços da rede do nosso tão querido Playstation. Houve ainda o comprometimento das contas pessoais e informações sensíveis dos usuários, um prejuízo de mais de US$ 170 milhões, além de processos judiciais, arranhão na imagem da empresa e perda de confiança, ainda que temporária, dos seus usuários.
  • 2014 – Foi a vez da Sony Pictures sofrer ataques. O grupo denominado Guardiões da Paz (GOP) roubou terabytes de informações confidencias, como e-mails trocados entre os funcionários do grupo.
  • No mesmo ano tivemos o Celebgate, como o incidente ficou conhecido, envolvendo a Apple. Hackers se aproveitaram de uma falha no serviço de armazenamento em nuvem da fabricante do Iphone - o Icloud. Uma falha ou erro na interface de programação (Icloud API) permitiu que os hackers realizassem a quebra das credenciais de acesso, o que causou o vazamento de fotos de diversas
  • 2017até agora foi o ano do ransomware com o ciberataque mundial WannaCry.. Trata-se de um código malicioso que encripta e “sequestra” os arquivos de computadores e servidores, exigindo um pagamento de “resgate” em Bitcoins. Mais de 100 países foram vítimas da ameaça..

Existem vários e interessantes casos que poderiam ser citados. Os exemplos acima são apenas para dar um pouco da dimensão da velocidade dos acontecimentos e da amplitude dos danos que podem ser causados. Atualmente existem empresas privadas e estatais que investem de forma agressiva em segurança da informação, dado o nível de criticidade do tema. O fato é que a segurança da informação nunca foi tão importante como nos dias de hoje, estamos entrando em uma nova fase da tecnologia, a internet das coisas, e estamos cada vez mais dependentes e conectados

Em 2009 foi criado o United States Ciber Command, especializado em ciberameaças, que seria uma divisão da famosa NSA (National Security Agency), aquela que atraiu os holofotes da mídiapor um de seus analistas, Edward Joseph Snowden, que divulgou que diversos cidadãos e Chefes de Estado de vários países, incluindo o Brasil, estavam sendo espionados. Precisamos estar atentos e preparados contra as ameaças; informação é poder.

Quanto vale uma informação privilegiada da sua empresa? Qual é importância da sua credibilidade? Estas perguntas devem ser feitas sempre, especialmente em tempos de guerra.

Fontes de referência:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Stuxnet
https://pt.wikipedia.org/wiki/Kim_Dotcom

Arcon Serviços Gerenciados de Segurança

Nova call-to-action