Dia da Internet Segura: como se proteger dos cibercriminosos

Hoje, dia 05 de fevereiro, é comemorado o Dia da Internet Segura. O objetivo da data é conscientizar a população sobre a utilização segura e responsável da internet. A cada ano que passa, além do aumento de ameaças virtuais, os cibercriminosos estão mais criativos e sofisticados.

Com os avanços da tecnologia, os ciberataques se tornaram cada vez mais comum no mundo inteiro. Nesse cenário, as empresas estão se preocupando em investir na conscientização dos seus colaboradores, mas além das empresas, os problemas relacionados à segurança da informação afetam também o usuário doméstico. E, como podemos prevenir essas ameaças sem deixar de aproveitar os benefícios e avanços da tecnologia?

O fato é que não é preciso ter paranoia, mas sim entender os riscos que envolvem a utilização da internet sem segurança. O crime de roubo de identidade, por exemplo, foi considerada a principal violação de dados do mundo mas boa parte da população nunca ouviu falar sobre o assunto ou não sabe o que significa.

O termo roubo de identidade é utilizado para falar sobre qualquer tipo de ataque que remete a perda de informações pessoais, como nomes de usuário, senhas, números de cartão de crédito e dados bancários. Muitas vezes o roubo online é feito por meio do phishing, ameaças virtuais que são enviadas com o intuito de furtar informações e dados por meio de mensagens falsas.

Portanto, é essencial o cuidado e conhecimento dos golpes básicos na hora de navegar. Para evitar armadilhas como essas, é fundamental manter sistemas atualizados e não fornecer informações confidenciais pela web. A disseminação do conhecimento também é extremamente importante quando o assunto é segurança da informação.

Pensando na segurança e conscientização dos usuários, aqui estão algumas orientações básicas de segurança:

  • Sempre que possível navegar em sites com domínio seguro (https)
  • Verificar sempre se o site que deseja acessar corresponde ao endereço digitado;
  • Desconfiar de descontos exagerados em sites de compra, principalmente em períodos comemorativos
  • Nunca dar “aceite” antes de ler o material apresentando. A pressa e falta de atenção para acessar alguns conteúdos pode trazer muita dor de cabeça
  • Ficar atento com o recebimento de e-mails com conteúdo governamental, atualização de dados bancários ou cadastros pela internet
  • Sempre ter um bom antivírus instalado e atualizado

Diante de tudo isso, torna-se fundamental o investimento em segurança e conscientização da sociedade. O assunto deve ser debatido com frequência, afinal, os hackers estão sempre sofisticando seus golpes e criando novas estratégias de ataques.

Arcon Serviços Gerenciados de Segurança

 

Conscientização dos colaboradores sobre cibersegurança